quarta-feira, 1 de março de 2017

Medo, pra quê te quero?


Fevereiro acabou e eu nem percebi.

Foi só quando olhei para o visor do celular que me dei conta: março tinha chegado de mansinho, sorrateiro, mas já deixando suas marcas na minha vida.

Tanta coisa pra pensar, colocar na balança, ver se estou fazendo certo (sentindo certo...)... Medo de tomar atitudes que depois resultem em arrependimento. Esse medo só empata com o de não me arriscar, não tentar, de não viver...

Confesso que não saberia dizer qual dos arrependimentos seria pior. Acredito que o segundo. É... Na verdade, eu sei. Talvez, só não queira assumir os riscos e responsabilidades de uma vida de verdade. Mas, preciso me lembrar de que para viver os benefícios de uma vida, primeiro eu preciso assumir os riscos de TER uma.

Algo que tenho dito (e repetido muito) a mim mesmo é que a única certeza que temos é sobre o 'hoje', portanto, ao invés de ficar pensando, precisamos nos dedicar a viver. A história, as vezes, se faz sozinha. Os caminhos vão nos direcionando para o rumo certo. Precisamos apenas ter nossos objetivos em mente e saberemos a hora certa de tomar determinada rota.


Por exemplo, a segurança e estabilidade que um emprego traz para a vida da gente contrasta com a insatisfação que podemos estar sentindo no ambiente de trabalho. E aí, a gente se questiona: vamos vender nossa liberdade, por dias de insatisfação dentro de uma empresa? Em contrapartida, vamos nos arriscar a deixar de ter o que temos? Perder nosso "padrão de vida"? Mas, que padrão de vida é esse que se baseia em uma insatisfação plena, por estar em um ambiente onde você se sente indesejado?

Será que não falta apenas o primeiro passo de coragem, mesmo diante da incerteza?

A vida já é tão incerta, então, por que não tomar as rédeas das decisões que nós mesmos podemos tomar?

Como eu disse anteriormente... O medo é de fazer o que não deveria, mas, principalmente o de não fazer o que deveria ter feito e ficar imaginando o que teria acontecido caso eu tivesse feito.

São muitas (MUITAS) questões a serem resolvidas... E pensar que a gente fica se preocupando tanto pra um dia tudo isso aqui acabar e a gente, finalmente chegar a conclusão de que era tudo besteira. Todas as preocupações e medos. E é por isso que eu repito: "Viva o hoje! Para um pouco de pensar no amanhã". Acho que assim a gente consegue ser mais feliz, criar memórias e, quando tudo isso acabar, vai poder olhar pra trás e dizer: "É... Eu vivi tudo o que tinha que viver!".

Douglas ;)
_______________________________________________________________________________

P.S.: Eu tinha vindo aqui só para compartilhar um pouco da trilha sonora que embalou meus dias durante o mês que passou e acabei refletindo novamente sobre a vida. Me perdoem por isso!


Eu a criei no Spotify. Assim, até quem não tem conta lá pode acessar e ouvir, enquanto lê o Blog. Já quem tem Spotify pode, inclusive, salvar a Playlist pra ouvir depois, se for o caso.

Um abraço!
Douglas ;)

20 comentários:

  1. Sempre que converso com você e que leio aqui eu começo a me questionar se estou mesmo vivendo cada dia ou "apenas existindo" e aprendo um pouco mais, obrigada por me proporcionar esse aprendizado!

    Espero que você consiga respostas e coragem pra seguir seu coração! Estarei sempre aqui pra você e sempre te apoiando, não esqueça disso.

    Amo você, bê!

    www.folhasdeoutonno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Baseball.. Sempre uma das primeiras a correr aqui e deixar seu comentário pra me motivar, né?
      Obrigado por se importar.
      É muito bom saber que não estou sozinho e que minhas próprias experiências servem pra despertar esse "desconforto" na mente de outras pessoas para avaliarem as próprias atitudes na vida.
      Obrigado mesmo!
      Continue postando no seu Blog.
      Estou com saudades.
      Bô <3

      Excluir
  2. Coragem, se arrisque!
    Faça isso enquanto ainda não existam muitas coisas que te prendam (família dependete da sua renda, filho, 5 cachorros rsrs).
    Não tenha medo... O sucesso te espera!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, meu Deis... Juro que eu queria ver em mim o que vocês vêem, sabia?
      Obrigado por me encorajar.
      Eu sei que, na hora certa, tudo se encaixa no lugar certo.
      Se ainda não se encaixou, é porque, talvez ainda não seja a hora certa.
      Tô feliz por estar ganhando você como leitora assídua do Blog.
      Obrigado por se importar.
      Beijos <3

      Excluir
  3. Tem a letra de uma música que eu gosto muito que diz "Com cada osso quebrado, eu juro, eu vivi!" Eu acho essa uma mensagem muito forte e trago ela sempre comigo. O medo as vezes é de fato um grande emata foda hahahaha mas as vezes leva tempo pra se livrar dele, daí a gente tem que ir com medo mesmo, transformar o medo em combustível é necessário,aprendi a apreciar o medo de cair durante a queda, afinal é assim que a gente aprende a pedalar por exemplo. Seja como for, em qualquer circunstância, tenha sempre em mente a fidelidade consigo mesmo, quando a gente estabelece laços de lealdade internos, o medo pode continuar ali mas é neutralizado, acho que a gente não pode viver com medo de ter medo, o medo é natural e necessário, só temos que aprender a dar um truque nele pra não ficarmos paralizados...

    Xoxo bjos!!!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tô apaixonado pela música!! E que clipe incrível!!
      Ele não desistiu de tentar e de viver, apesar das quedas e apesar das dores de sua doença. Ele poderia ter se prostrado, ficado sobre uma cama, reclamando de como a vida foi injusta com ele, mas não. Ele é um vencedor!
      "Ir com medo mesmo..." Falou tudo!
      Realmente, eu preciso lembrar de estabelecer a fidelidade e lealdade comigo mesmo. E não pensar tando nos outros.
      Obrigado por deixar seu comentário aqui.
      É muito importante pra mim.

      XO

      Excluir
  4. O medo é como a febre. É apenas um sintoma. Tudo depende do ângulo pelo qual é visto. Eu gosto muito de um trechinho de uma música q diz..."Busque sempre mais e deixe o resto pra trás, e tudo o que quiser, vc vai ter". Não permita que o medo te paralise. Se há medo é porque há algo mais... Seja livre, se desprenda do q o quer prender. Quanto mais tempo pensar mais preso estará. O Verdadeiro amor lança fora todo o medo. Te amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa!! Filosofando aqui, em cima de tudo o que você escreveu...
      Muitas mensagens nas entrelinhas.. kkk
      Só espero ter entendido da forma certa.
      Obrigado por acreditar em minha capacidade.
      Beijos.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Estou lendo um livro que se chama "O Poder do Agora". Não sei se tu já leu, mas estou gostando bastante. Ele fala justamente sobre isso: tudo o que nós temos é o presente. Precisamos arriscar e viver, caso contrário, de que adianta levantar todos os dias?

    Belo texto, como sempre. Suas reflexões sempre me dão muito o que pensar.
    Te amo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AMIGAA!! Que saudade de você, caraaa!!
      Eu nunca li esse livro... =/
      Mas, de acordo com a sua fala, lembrei da música da Katy Perry "This Moment", que tem falado bastante comigo ultimamente.
      Às vezes, a gente faz muitos planos, né? Vive tanto o futuro por antecipação e esquece de viver o hoje (que é a única coisa realmente certa).
      Também te amo, caraaa!! Que saudadee!!!!
      Quero te ver!!!

      Beijos, beijos, beijos.. Doug <3

      Excluir
  7. Da playlist, Ain't It Fun e Ainda bem são minhas preferidas ♥

    Eu acho que você ter filosofado sobre a vida casou até muito bem com a playlist. O medo anda juntos com os temíveis "e se's" e faz com que a gente não regrida ou avance. Parado no mesmo local a gente não vive. Mas e se der errado? Eu ainda sinto medo pra muita coisa, mesmo quando encontro textos que me motivem tanto. Cada um tem o seu tempo ou é coisa da minha cabeça? Vai lá se saber. O que importa é que encontrei seu blog, encontrei seu texto e estou seguindo aqui. Pronto, pra isso não há receio. É uma coisa de cada vez. ♥

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Acredita que, depois de publicar e ouvir a Playlist algumas vezes, eu pensei em tirar "Ainda bem"? Rs.. Achei que não tava encaixando com as demais músicas.
      Realmente, tudo o que você disse faz sentido.. Os "e se's" nos prendem muito, né?
      Obrigado pelo comentário enriquecedor e por seguir o Blog. Faz toda a diferença.
      Beijos.
      Douglas

      Excluir
  8. Concordo completamente Douglas! São muitos desses questionamentos que não temos/não teremos respostas tão facilmente. É bem complicado, mas é real. Você me fez lembrar de uma época em que eu trabalhava num lugar que odiava. E foi exatamente o que você descreveu. Eu era insatisfeito de um jeito... que nossa! Mas eu não quis me demitir, porque fiquei com medo de ficar muito sem dinheiro... medo... e olha só, depois fui demitido e hoje tô super feliz, fora daquele lugar e o dinheiro nem me fez tanta falta assim! Adorei essas suas divagações! Vivemos o hoje então! Costumo dizer, também, que a felicidade é o conjunto de pequenos momentos. E assim mesmo que devemos ser. Viver um dia de cada vez!

    Sobre a playlist: Katy Perry duas vezes. Amo. ♥

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha! Siim! Katy duas vezes. Mais do que nunca, ela tem feito parte da minha vida.
      Quero ter coragem pra tomar a decisão certa.
      Obrigado por compartilhar sua experiência comigo.

      Um abraço.
      Douglas ;)

      Excluir
  9. Olá, Douglas! Tudo bem?
    Concordo com você, o medo nos faz estagnar. Durante muito tempo não vivi por conta do medo. deixei de fazer coisas que no fundo sei que eram necessárias por temer o que daria no fim. O que realmente temos que fazer é nos arriscar, claro que pensar antes de agir é necessário, mas pensar até certo momento, pois se não o medo vem e mais uma vez somos aprisionados por ele.

    Enfim, adorei sua postagem, e sim o mês de fevereiro passou rápido. Adorei a playlist, muito feliz em saber que alguém do outro lado da tela também gosta de Paramore |||.

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renato! Tudo ótimo, graças a Deus. E vc?
      Correr riscos realmente é necessário.. Mas, é tão difícil.
      Não podemos pensar de mais mesmo..
      Obrigado por visitar meu Blog e deixar esse comentário incrível.
      Um abraço!

      Douglas ;)

      Excluir
  10. Olá Douglas! Que texto legal menino. Gostei do teu blog rapaz! =)
    E... sim, inseguranças, medos... qta âncora a gente arranja para não dar um passo em direção ao novo? Ou mesmo viver...
    E principalmente, nos preocupamos tanto com o dia de amanhã, qd devíamos nos preocupar em viver o que tem pra ser vivido hj...
    Bjks!

    www.mundinhodahanna.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo!
      Adorei.

      Obrigado pelo comentário e visita ao Blog.
      Beijos ;)
      Douglas

      Excluir
  11. Babe, já estava com saudade de passar por aqui. Saiba disso.
    Sobre o seu post, você escreve tão bem que me perco aqui nas suas palavras. Acho que um dos meus maiores problemas é pensar muito no amanhã e menos no hoje. Acredite, já fui pior, mas ainda falta muito para melhorar.

    Beijos e adorei a playlist, viu? 💙

    Supimpa Girl

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!
Não esqueça de deixar o link do seu Blog para que eu possa retribuir a visita, ok?!